Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cuidado com a Ampulheta

Lembrando que: Sempre desconfie das segundas. Sejam elas feiras, chances ou intenções.

2830

"Um príncipe, então, sendo obrigado a saber lutar como um animal, deve imitar a raposa e o leão, pois o leão não sabe proteger-se das armadilhas, e a raposa não consegue defender-se dos lobos. O príncipe, portanto, deve ser uma raposa para reconhecer as armadilhas e um leão para assustar os lobos." - Maquiavel, em O Príncipe.

Casa

por Cláudio Estigma Bastos, em 31.07.18

Screenshot_2018-07-31-02-36-54.png

 

Gosto de como ficou depois de a termos pintado . Escolhemos juntos as cores das paredes. Os teus quadros e os meus vinis. Os teus DVD's e os meus livros.
- Bem vindo a casa.
Ouvi enquanto ainda subia os degraus desse prédio. Bem localizado, com um apartamento bem frequentado, bem mobilado. De todas as estantes tiveste tu sempre a melhor prateleira. E eu pousava-me a mim mesmo nela.
- Bem vindo a casa.
Enquanto te despia, mordia e fodia no sofá que os teus pais te ofereceram quando te mudaste.
Bem vindo a casa quase ouvia com os teus lábios no meu colo e eu levantava a cabeça e fechava os olhos.
De todas as sopas que odiei na vida, fingir gostar das tuas para receber um beijo depois do jantar sempre valeu a pena.
Senti-me bem vindo quando abrimos a casa aos amigos e se partiram as loiças, vomitaram o chão da casa de banho e adormeceram na banheira.
- Bem vindo à familia.
Até quando conheci a tua irmã. Gostou de mim, odiava o teu ex-namorado. Daqueles tipos meio snobs que parece que acham que descodificaram o mundo e por isso safam -se melhor do que os outros, que por isso o podem comprar.
Um dia ouvi:
- Volta para a tua casa.
E aí percebi que realmente a minha casa sempre foi onde tu estivesses mais do que aquela na qual eu era responsável por pagar a renda. Quinto andar e elevador avariado tal como tu - tanto sem o elevador como avariada. Só contigo me sentia em casa. Mas sem elevadores, no amor também não há atalhos. E no dia em que te devolvi as chaves e deixei de comer sopa eu percebi que nunca mais ia voltar a casa.
Porta trancada, janelas fechadas.
Hora de abrir uma garrafa, falar com uma imobiliária, é quase sexta feira à noite e nenhum sem abrigo deixa de ter frio por chorar a casa que perdeu.