Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cuidado com a Ampulheta

Lembrando que: Sempre desconfie das segundas. Sejam elas feiras, chances ou intenções.

2830

"Um príncipe, então, sendo obrigado a saber lutar como um animal, deve imitar a raposa e o leão, pois o leão não sabe proteger-se das armadilhas, e a raposa não consegue defender-se dos lobos. O príncipe, portanto, deve ser uma raposa para reconhecer as armadilhas e um leão para assustar os lobos." - Maquiavel, em O Príncipe.

o Inferno

por Cláudio Estigma Bastos, em 10.06.18

Sem Título.jpg

 

Não sei se conta para alguma coisa, mas eu vi as tuas falhas e quis-te ainda mais - não foi culpa minha .

Dizem que por vezes Ele dá-nos por um tempo o que lhe pedimos só para nos mostrar que não era o que realmente precisávamos.

Eu pensei muitas vezes no passado sabes ? Parvoice minha de procurar futuro em pessoas que me deixaram para trás. Mania da lealdade sem pedir nada em troca. Nem lealdade, fidelidade, nem amor .. Mania de amar sem pedir nada em troca. Mania de falhar os dois primeiros mandamentos , por amar essas mulheres que um dia amei mais do que a Deus,  mais do que a mim mesmo. O amor é a unica coisa que nos pode aproximar de Deus, mas faz-nos ir parar ao Inferno tantas vezes.

É que quando quis falar com Deus sobre ti Ele sempre mudou de assunto. Dizem que as vezes Ele destrói os nossos sonhos antes que eles nos destruam. 

É muito fácil pecar quando o Inferno se mascára de Céu nos lábios de alguem.

Eu sabia que o que devia fazer era partir mas a gailoa em que me prendiam era tão reluzente com a sua pele queimada com o sol de Agosto. 


Máquina do Tempo

por Cláudio Estigma Bastos, em 28.12.16

Se eu pudesse entrava em uma máquina do tempo e voltava atrás quatro anos, cinco, seis, sete, isso, sete, numero perfeito. Numa altura em que estivesses solteira de preferência. Dizia-te que tu és o amor da minha vida e eu o teu . Mostrava-te onde me podias encontrar e pedia-te que me amasses mais cedo. Eu sei que te amaria em qualquer altura, em qualquer lugar nessa dimensão que é o tempo. Tu , terias mudado a minha vida.

É um exercício curioso pensar no que teria sido a vida se te tivesse encontrado antes, na adolescência por exemplo. Seria amor passageiro, caso de uma só noite? Ou ias perseguir-me a mente e fazer-me pensar e escrever sobre coisas como viajar no tempo ? Terias estudado comigo e proibido de faltar as aulas fazendo de mim o aluno prodígio o tinhas sido o motivo que me faltava para nunca mais la meter os pés de vez? És a professora mais sensual do mundo com os teus óculos graduados que só usas em casa e as tuas aulas ensinaram-me muito mais lições para a vida do que todos os anos em que estudei matemática.

Se eu tivesse tempo, eu dava-to todo: não há tempo que chegue para eu te amar como eu queria. Eu dou-te todo o tempo do mundo para que me ames quando e o quanto poderes. Para que me ames, eu tenho todo o tempo do mundo.
Já te contei sobre aquela vez em que cheguei atrasado ao trabalho porque perdi a noção do tempo a olhar para ti a dormires?

No Natal , dá-me um relógio. Quando tiveres de ir a algum sitio e te despedires de mim tiro-lhe as pilhas e só as volto a por quando voltares. Acho que fica uma espécie de forma de viajar no tempo, não ? O tempo é meu e eu gasto como que eu quiser, e eu quero gastá-lo contigo . O meu tempo é teu , prometo.
Eu aprendi a ver as horas porque sabia que quando os ponteiros marcassem as cinco da tarde era hora de lanchar e quando marcassem as oito , era hora de jantar. Ainda bem que gostas de chá, graças a Deus que cozinhas tão bem.
Um dia viajo no tempo e vejo-te menina pequena outra vez, mas com os meus olhos e vou contigo adulta levar-te à escola, um dia dás-me uma versão minha de como eu era a vinte e alguns anos que também se vai apaixonar por ti como eu me apaixonei , vão os dois chamar-te mãe.
Um dia o tempo pára para não te perder, não te esquecer, para puder amar-te como eu queria, e não tenho tempo.